Câmara de Sapucaia aprova criação de sistema de transporte público de passageiros

Com aprovação do projeto de lei, transporte coletivo de passageiros será assumido pela municipalidade.

Em sessão extraordinária realizada nesta quarta-feira (18/07) a Câmara de Sapucaia aprovou em segunda votação o Projeto de Lei n° 022/2018, oriundo da Mensagem nº 018/2018, que dispõe sobre o sistema municipal de transporte público de passageiros.

Após a criação da Autarquia Municipal de Transito e Transporte de Sapucaia – SAPTRAN, este projeto define de vez o fim da concessão para o transporte coletivo municipal realizados até agora pela empresa TAP – Transportes Além Paraíba, autorizando integralmente o município a assumir os serviços de transporte de passageiros.

Com discursos sempre acalorados, os vereadores e vereadoras congratularam mais uma vez o prefeito Fabrício Baião (MDB), pela medida ousada e inédita.

Com a criação da SAPTRAN, e agora do sistema municipal de transporte público de passageiros, o governo prevê um melhor atendimento ao cidadão e cidadã sapucaiense, além da redução do preço das tarifas cobradas atualmente pela TAP. Acredita-se que a tarifa das linhas entre Anta e Sapucaia será de R$1,50 e de Sapucaia ao Pião de no máximo R$2,00. Pelo menos foi o que afirmou a vereadora Regina Alípio (PSB), durante seu discurso.

Agora a nova autarquia criada também ficará responsável pelo planejamento, controle e fiscalização do trânsito no âmbito municipal, além de gerenciar a mobilidade urbana da cidade.

A única emenda apresentada ao projeto de lei, pelo vereador Rildo Rodrigues (MDB), prevê que os aumentos de tarifas deverão ser aprovados por lei pela Câmara Municipal.

Com exceção do vereador Sérgio Jardim (PTB), que não compareceu à sessão, todos os vereadores foram uníssonos na aprovação do projeto que agora segue para sanção do prefeito.